Warning: mysql_fetch_row() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/tribunap/public_html/antigo/files/contador.php on line 19
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2018
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Agência Sertão
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Deputada Ivana Bastos
Portal Alô Pilões
 
a a a
 
Morre a quinta vítima de meningite na região de Porto Seguro
 
Segunda, 02 de Novembro de 2009  
 

Será enterrada nesta terça, 03, pela manhã, a quinta vítima fatal da meningite meningocócica em Porto Seguro, a 709 km de Salvador, no extremo sul baiano. Cléria Souza Figueiredo, 26, morreu às 22h de domingo e estava em coma desde o dia 25 de outubro, quando deu entrada já desmaiada, segundo a família, no Hospital Luiz Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. Na mesma unidade hospitalar, estão internadas três vítimas da doença, sendo que uma está em coma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e as outras duas têm apresentado melhoras do quadro de saúde.

Familiares da vítima denunciam uma suposta negligência médica por parte do hospital. “Minha filha deu entrada no dia 24, com dor de cabeça, febre e dor no pescoço. Fizeram um exame, que deu negativo, e mandaram-na para casa, mesmo ela estando ruim. No outro dia, ela começou a vomitar forte e já chegou ao hospital desmaiada. Era para ela ter ficado de observação no hospital. Se isso tivesse acontecido, ela não teria morrido”, acredita o pai da moça, Valter Jesus Figueiredo, 46, que diz que entrará com processo contra o hospital.

O corpo de Cléria será enterrado no Cemitério Jardim da Paz, em Arraial d’Ajuda, onde morava. Casa e mãe de três filhos (de 3, 5 e 7 anos), trabalhava na Pousada Erva Doce, também em Arraial. Familiares da moça contaram que ela esteve no show da banda Mulheres Perdidas, realizado no dia 18 do mês passado em Trancoso, considerado o local de contágio de outras sete vítimas – uma delas é um rapaz de 25 anos, que mora em Guaratinga e estava internado no Hospital Regional de Eunápolis. Ele teve já alta e passa bem.

Motorista - Funcionários do Hospital Luiz Eduardo Magalhães informam que o motorista de ambulância Jhonatan de Jesus Silva, 39, já teve sua morte cerebral confirmada, porém a unidade médica, em comunicado, informa apenas que ele está na UTI, em coma induzido, sendo sua situação “gravíssima”. Há suspeitas de que o motorista tenha sido contagiado com a doença no dia 24 do mês passado, quando faleceu de meningite meningocócica C, às 6h daquele dia, o jovem Luan Vinhas Santos, 16, morador de Arraial d’Ajuda.

“Não havia quem fosse pegar o corpo desse rapaz porque o rabecão do Instituto Médico Legal [IML] está quebrado. Aí o secretário de Saúde [Manoel Messias Boaventura] disse que era para o SAMU ir buscar. Houve a recusa porque ambulância é para pegar gente viva e não morta. Então foi mandada uma ambulância pequena, da prefeitura. Meu superior me ligou e disse para ir buscar, mas neguei. Foi aí então que o Jhonatas foi. Ele não chegou a trazer o corpo, mas colocou-o dentro da ambulância”, disse o motorista Gildásio Jesus de Matos, 40.

Médico do SAMU responsável pela regulação – que libera a ambulância – Fernando Iunes confirma o fato que o motorista contou e acrescenta: “Jhonatas me disse que, quando colocou o corpo do menino na ambulância, não estava usando luva, avental ou máscara. Receitei para ele o remédio e ele me disse que não tinha tomado. Só vim ter notícia dele na quarta-feira [28], quando fui buscá-lo em casa, já desmaiado e vomitando”, contou o médico.

Sem risco - O secretário de Saúde de Porto Seguro, Manoel Messias Boaventura, disse que mandou a ambulância ir buscar o cadáver do adolescente porque a família estava reclamando demais da demora. “Mas não há risco de contágio se a pessoa já está morta; a literatura médica diz isso”, afirmou. No final das contas, quem levou o corpo do jovem, diz Boaventura, foi um carro da Funasa (Fundação Nacional de Saúde). Isto teria ocorrido porque a família do menino é descendente de índios.

Outro caso que se tornou público nesta segunda-feira foi o internamento do menino João Vitor Souza Canaverde, de 7 anos. “Ficamos em isolamento por quatro dias. Disseram que meu filho está com meningite, mas não informaram qual era o tipo. Estou tornando isso público porque estou sem informação e ninguém me diz nada”, declarou a mãe do menino.

“Eu verei no relatório que tipo de meningite é”, prometeu o secretário Boaventura.

 

 

Atarde on line / Mário Bittencourt | Sucursal Eunápolis*


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.