Warning: mysql_fetch_row() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/tribuna/public_html/antigo/files/contador.php on line 19
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2018
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Agência Sertão
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Deputada Ivana Bastos
Portal Alô Pilões
 
a a a
 
Os vinte anos da queda do muro de Berlim: Perdas e danos que ainda não foram recuperados
 
Terça, 10 de Novembro de 2009  
 

No dia 09 de novembro “comemorasse” o vigésimo aniversário da queda do muro de Berlim, fato que marca a desestruturação do chamado socialismo real. O muro foi construído em agosto de 1961 para repartir a Alemanha entre os aliados (os russos, os americanos, os ingleses e os franceses) que desde 1945 administravam Berlim por terem derrotado o nazismo.

A Inglaterra, a França e os EUA, representantes do bloco capitalista chegaram a um acordo consolidando a Alemanha Ocidental ou República Federal da Alemanha (RFA),  e os soviéticos formaram a República Democrática Alemã (RDA), O mundo bipolar determinava essa divisão e a separação de histórias de vida de gente que nem se sentia representada pelo capitalismo ou pelo socialismo.

A União Soviética e os EUA estavam juntos para vencer Hitler e depois dividir um país pra satisfazer seus interesses ideológicos e de expansão dos impérios. O saldo dessa Guerra Fria muito conceituada por histoiriadores e cientista políticos não foi bom para o povo alemão como um todo. Nem o lado oriental, nem o ocidental sairam vencedores desse processo.

Por incrivel que pareça a Alemnha ainda não foi unificada, mesmo depios de vinte anos da queda do muro de Berlim, pois os relatos de jornalista e especialista na questão apontam para um atraso teconlógico e estrutural no lado oriental. Ainda existem duas Alemanhas.

Fica comprovado que essa necessidade de dividir os bens de um casamento efêmero entre capitalistas e socialistas, cerimonializado na segunda guerra só fez aumentar as diferenças entre os lados ocidental e oriental. O capitalismo não tem mais interesses no lado que era comunista? Ou isso faz parte de uma estratégia para mostrar que o atraso é culpa (ainda) dos amigos do grande irmão Stalin?

Para confortar e talvez se animar com o futuro, A chanceler alemã Angela Merkel é oriunda do lado oriental. A queda do muro começa a por um fim a Guerra Fria na Europa e no mundo.

A partir do final de 1989, iniciamos um novo ciclo histórico com a predominância do capitalismo e desaparecimento do debate ideológico e (também) da bipolaridade. A unipolarização, a globalização, as guerras étnicas, as crises econômicas, o desenvolvimento da tecnologia e a redemocratização de países que viviam sob ditaduras, inclusive o Brasil com a eleição entre Lula e Collor, dão a tônica da nova ordem mundial. Mas ainda existem muitos para derrubar depois de vinte anos.

 

 

Ivandilson Miranda Silva - É Graduado em Filosofia Pela Universidade Católica do Salvador (UCSAL), Especialista em Metodologia do Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação Pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Professor de Filosofia e Sociologia na Fundação Baiana de Engenharia (FBE) e no Colégio Acadêmico de Villas do Atlântico, Músico da Banda Periferia, Colaborador e Professor de Cinema e Contextualização na Associação Educacional, Cultural e Ambiental Comunidade Universitária, Leciona as Disciplinas Humanidades I e II na UNIME – PARALELA, Salvador, Ba. E-mail: Ivandilson-silva@ig.com.br, Blog: http://ivandilsonmiranda.zip.net 

 


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.