Warning: mysql_fetch_row() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/tribuna/public_html/antigo/files/contador.php on line 19
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2018
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Agência Sertão
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Deputada Ivana Bastos
Portal Alô Pilões
 
a a a
 
Alerta do Meio Ambiente
 
Quinta, 12 de Novembro de 2009  
 

São inúmeros os avisos de alerta do meio ambiente, mas nada ficou tão claro para o povo brasileiro como o final de 2008 e início de 2009, do qual, muitas cidades entraram em estado de calamidade pública, em razão de efeitos do clima.
          
O que está ocorrendo no Brasil, já ocorre no mundo todo, excesso de frio em alguns locais, desertificação de áreas, altas temperaturas, mudanças de estações e volatilidade de temperaturas dentro de um curto espaço de tempo, dentre outros.
          
Como o Sr. James Eprhraim Lovelock, o Ghandi da Ciência, título atribuído pela revista New Scientist, cientista respeitado mundialmente, que comenta na sua Teoria de Gaia que o Planeta Terra é um super-organismo vivo que reage às ações realizadas pelos seres vivos, nossa biosfera é um sistema vivo, capaz de gerar, manter e regular suas próprias condições ambientais, como diz sua teoria.
           
Os refugiados ambientais foram percebidos em Minas Gerais, Santa Catarina, Rio de Janeiro e São Paulo, ou seja, o Planeta está passando por um processo de readequação, o Homem prejudicou em muito o sistema natural da vida. As calotas de gelo do Ártico estão 33% menores do que em 1979, isto representará em alguns anos aumentos na temperatura em escala crescente, muito mais rápido do que estão sendo anunciada pelos governos a população do mundo.
           
A devastação provocada por efeitos climáticos começam a nos assustar, com chuvas muitos fortes no Brasil, dos quais, os sistemas urbanos não conseguem dar vazão no tempo de sua projeção.
           
Ciclones e pequenos terremotos começam a ser percebidos no Brasil, a elevação da temperatura tornará no futuro inviável o plantio em diversas áreas do mundo e vários locais no Planeta a água desaparecerá.
           
A sociedade como conhecemos hoje mudará em função das condições climáticas do futuro, bem como movimento de ajustes de clima voltarão para as cidades, o que pode provocar escassez de alimentos no futuro.
           
Precisamos preparar a Humanidade para o futuro, verificar quais os tipos de alimentos consegue manter sobre altas temperaturas, além de criar programas de sustentabilidade da vida.
           
Investir em tecnologia de alimentos; no estudo de preservação da vida; em mecanismos alternativos de energia e uso; a utilização consciente dos bens adquiridos; ampla política de reaproveitamento de materiais e estudos da vida vegetal, como os do Projeto Genoma, deve ser incentivada em grande escala, para que possa haver a possibilidade de sobrevivência da população neste planeta. Atualmente com toneladas de CO2 que está sendo jogada no meio ambiente bem como a poluição das águas e do solo, a sobrevivência do Homem na Terra está em processo de extinção, este tipo de economia capitalista precisa de mudança rápida ou o Caos prevalecerá.
           
Tecnologia verde, como sabão biodegradável, equipamentos eletrônicos verdes, energia sem fio, reciclagem, energia solar e eólica (dos ventos), reuso da água, tratamento de esgotos, filtros de contenção de CO2 das fábricas e da emissão dos veículos, precisam ser financiadas pelos governos.
           
Outro fator preocupante é o volume de resíduos gerado por cada habitante do planeta (popularmente conhecido como lixo). Precisamos transformar isto em energia e recuperar todas as áreas degradadas, este tipo de trabalho é grande, demandará um volume enorme de esforços científicos, operacionais e financeiros, que podem gerar milhões de emprego no mundo.
             
O ecossistema terrestre está desequilibrado, provocando as mudanças climáticas percebidas nos últimos dois anos, a transformação destes efeitos será ainda maior nos próximos, portanto, vamos nos empenhar em dar a nossa contribuição ao Planeta que é responsabilidade de cada um.
              
O alerta do meio ambiente virá com questões mais profundas, desde estudos geológicos de várias cidades no Brasil e no mundo, que começam a sofrer a transformação do seu habitat até a forma como veremos o clima em nossa vida.


 
 
Welinton dos Santos - É Economista e Psicopedagogo, Membro da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura, Delegado de Economia de Caçapava, Ex-Coordenador do Projeto URB-AL - União Européia e América Latina - rede 7, Palecistra, conferencista nacional, Colaborador de Projetos Sociais, dentre outros.

 

 


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.