Warning: mysql_fetch_row() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/tribuna/public_html/antigo/files/contador.php on line 19
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2018
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Agência Sertão
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Deputada Ivana Bastos
Portal Alô Pilões
 
a a a
 
Geddel é o Nietzsche de Wagner na Bahia
 
Terça, 11 de Agosto de 2009  
 

Muitos sabem que o filósofo alemão Nietzsche (1844/1900) tinha uma grande amizade com o músico Richard Wagner (1813 / 1883).Para Nietzsche,Wagner era um grande representante do pensamento estético do século XIX, um gênio da arte.

Mas, os poucos, Nietzsche vai perdendo esse deslumbre e construindo a sua independência em relação ao mestre.

Entre as principais críticas de Nietzsche contra Wagner cito: a aproximação de Wagner à política do chanceler de ferro Bismarck (1815-1898) e ao nacionalismo alemão que teria como consequência transformar a arte em mero instrumento, um meio de reforma e regeneração moral. A arte perderia o seu papel revolucionário e transformador. A amizade acabou.

Essa história filosófica/artística lembra uma outra de caráter política/eleitoral que acontece na Bahia no século XXI. Geddel (Ministro da Integração Nacional) era aliado (amigo) político de Wagner (Governador do Estado). Mas a coisa começar a mudar nos arredores do poder.

O PMDB foi fundamental para a vitória do PT nas eleições para o governo do Estado em 2006. Juntos, Geddel e Wagner deram continuidade a aliança por uma “Nova Bahia” até a proximidade das articulações para o pleito de 2010. Geddel (agora) defende candidatura própria para o governo e não tem nada a perder, pois se ocorrer segundo turno, sem ele na disputa, o peemedebista fica de camarote para negociar apoios. Wagner não abre mão do seu nome para reeleição e perde com a saída do PMDB do bloco de aliados no primeiro turno.

Hoje, Geddel é o verdadeiro Nietzsche de Wagner (guardadas as devidas proporções históricas e teórico/político/filosóficas). “Inimigos” temporários até o resultado do primeiro turno ou de qualquer outra movimentação partidária.

O detalhe na Alemanha é que Wagner estava mais próximo do Rei (Bismark) e Nietzsche contra qualquer tipo de ligação com o império. Na Bahia, Geddel e Wagner tem o apoio do Rei-Presidente (Lula), pois os partidos PT e PMDB têm aliança nacional.

Então, quem conquistará o Estado em 2010? Wagner? Geddel? Nem um, nem outro? Haverá segundo turno? Só o tempo, a conjuntura, as pesquisas de opinião e as articulações vão determinar a lógica dessa disputa nos bastidores do poder.

 

Ivandilson Miranda Silva - Graduado em Filosofia Pela Universidade Católica do Salvador (UCSAL), Especialista em Metodologia do Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação Pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Professor de Filosofia e Sociologia na Fundação Baiana de Engenharia (FBE) e no Colégio Acadêmico de Villas do Atlântico, Músico da Banda Periferia, Colaborador e Professor de Cinema e Contextualização na Associação Educacional, Cultural e Ambiental Comunidade Universitária, Leciona as Disciplinas Humanidades I e II na UNIME – PARALELA, Salvador, Ba. E-mail: Ivandilson-silva@ig.com.br, Blog: http://ivandilsonmiranda.zip.net


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.