Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2018
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Agência Sertão
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Deputada Ivana Bastos
Portal Alô Pilões
 
a a a
 
Sete mortos em duas operações policiais
 
Quinta, 30 de Julho de 2009  
 

Dois confrontos entre policiais e suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas resultaram em sete mortes, apreensão de armas, drogas e um tenente baleado. As ações ocorreram no final da tarde de quarta-feira, 29, na Avenida Vasco da Gama e no Nordeste de Amaralina, e só foram concluídas por volta das 22 horas.

Em ronda rotineira pela Travessa 20 de Junho, localidade do Areal, uma guarnição da 40ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foi surpreendida por pelo menos sete homens armados que abriram fogo contra a guarnição, baleando o tenente Bruno Pimentel Garrec, lotado na unidade, na perna direita, na altura do joelho. Ele foi socorrido no Hospital Geral do Estado (HGE) e liberado.

Com apoio da Rondesp, Rotamo (Batalhão de Choque) e o Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer), além das 13ª (Pituba) e 35ª (Iguatemi) CIPM, as diligências continuaram e mais um embate na mesma região causou a morte de quatro homens, ainda não identificados, que tentaram se esconder em uma casa. Segundo o major Gidelmar de Almeida Gualberto, comandante da 40ª CIPM, três conseguiram fugir.

Com o grupo, foram encontradas armas – uma submetralhadora, duas pistolas, dois revólveres, um calibre 38 e outro 32 – e drogas (10 quilos de pasta de cocaína, 20 saquinhos de crack, cada um com 50 pedras, e pelo menos 200 trouxas de maconha). Todo o material foi apresentado na Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), complexo de delegacias dos Barris.

Vasco da Gama – Uma hora depois, o combate ao tráfico de drogas deu início a mais um tiroteio com policiais da 7ª CP (Delegacia do Rio Vermelho) e da 41ª CIPM, localizada na Federação. Por meio de denúncia anônima, as guarnições chegaram à comunidade conhecida como Alto da Canjira, próximo ao Condomínio Santa Madalena, e à localidade de Binóculo, atrás do Hospital Salvador.

Desta vez, pelo menos seis homens atiraram contra policiais. Ao final da operação, três suspeitos morreram, Antônio Carlos Santos Oliveira, 22 anos, o único identificado, considerando as duas ações da tarde de quarta. A polícia acredita que os envolvidos sejam herdeiros da quadrilha antes liderada por Eberson Souza Santos (Piti), morto em 6 de agosto de 2007.

Em propriedade dos suspeitos, a polícia encontrou duas balanças de precisão, armas (dois revólveres calibre 38 e um calibre 22, munições de fuzil, pistola ponto 40, 9 milímetros e 380), aproximadamente dois quilos de cocaína, maconha, embalagens de plástico, além de tesouras e dois celulares.

A movimentação foi intensa no HGE com a chegada de viaturas das polícias Civil e Militar socorrendo as vítimas, que já chegaram mortas à unidade com tiros em várias partes do corpo.

Segundo policiais que trabalharam nas duas operações, os locais são redutos do comércio de drogas onde a população se queixa de ameaça, e, no caso do Areal, já foi obrigada a deixar suas casas que hoje servem de alojamento do tráfico para fabricação e comércio. Pela quantidade de mortes, o posto policial do HGE solicitou ainda na quarta a remoção dos corpos ao Instituto Médico-Legal, que já não cabiam no necrotério da unidade.

Claudionor Júnior/Agência A TARDE


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.