Warning: mysql_fetch_row() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/tribuna/public_html/antigo/files/contador.php on line 19
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
NOTÍCIAS
Concursos
Copa do Mundo 2018
Política
Reportagem Especial
Policial
Regional
Estadual
Nacional
O Mundo
Economia
Educação
Meio Ambiente
Saúde
Esporte
Local
CANAIS
Alto Astral
Turismo
Reflexão
Dicas e Truques
Editais
Artigos
Parábola
Telefones Úteis
Eventos
Horóscopo
Culinária
Poesias
Piadas
Aniversariantes
Contas Públicas
LINK'S
Micks Informática
Vilson Nunes
Farol da Cidade
Joaquim José Show
Folha do Vale
Sudoeste Bahia
Agência Sertão
Pref. de Guanambi
Alô Cidade
Lobo Mau
Blog do Latinha
Caetfest
Iguanambi
Twitter Trib.Popular
Face Tribuna Popular
REDEINTERSOFT.COM
a-Bahia.com
Deputada Ivana Bastos
Portal Alô Pilões
 
a a a
 
MPF acusa ex-deputado de atuar na Máfia das Sanguessugas em Vitória da Conquista
 
Sexta, 25 de Setembro de 2009  
 

O ex-deputado federal Coriolano Sales é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF/BA) de integrar a chamada Máfia dos Sanguessugas em Vitória da Conquista. Em nota divulgada nesta sexta-feira, 25, o órgão informa que ajuizou ação civil pública por improbidade administrativa contra o ex-deputado e contra outras quatro pessoas.

Estariam envolvidos no esquema o assessor parlamentar de Sales, Weliton Brito David Carvalho, e os empresários Darci José Vedoin, Luiz Antônio Trevisan Vedoin e Ronildo Pereira de Medeiros. A Máfia dos Sanguessugas foi o nome pelo qual ficou conhecida uma organização criminosa especializada em fraudes no fornecimento de unidades móveis de saúde, ambulâncias, odontomóveis, veículos de transporte escolar, entre outros equipamentos para prefeituras municipais de todo o país.

De acordo com o MPF, Sales apresentava emendas ao Orçamento da União direcionados à aquisição de unidades móveis de saúde para diversos municípios da Bahia. Além disso, o ex-parlamentar teria combinado os trâmites dos processos de licitação com as prefeituras de modo a favorecer empresas indicadas por ele.

Pela montagem do esquema, o ex-deputado receberia uma comissão de 10% sobre o valor das emendas apresentadas. O assessor de Sales o auxiliaria no contato com os prefeitos e seria responsável por camuflar o verdadeiro destino das comissões.

O MPF pede que os reús sejam condenados por improbidade administrativa, podendo sofrer sanções como perda de função pública, caso estejam exercendo alguma, ressarcimento integral do dano, pagamento de multa civil, suspensão dos direitos políticos e proibição de contratar com o poder público e dele receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios pelo prazo de dez anos.

 

A TARDE On Line

 


 
 
Untitled Document
 Deixar um comentário
Jornal Tribuna Popular ::: Guanambi - BA :::
Fones: (77) 9 9962-1243 e 9 8827-5702
Editora Tribuna Popular LTDA - Avenida Presidente Castelo Branco, 96, Centro, Guanambi-Ba.